domingo, 16 de outubro de 2016

O sentido de tudo...

Lá no fundo de nós mesmos

Na profundeza de nosso intimo

Na minúscula parte do que somos

Encontramos a certeza de tudo

Mas nós sabemos o quanto estamos distante

de nós mesmos

Das verdades que fugimos

Porque elas mostram o quanto somos ricos

Cheios de vidas, de Poderes sobrenaturais.


Gosto de sentir que o tempo é um remédio

Uma cura pra insanidade do momento



As lágrimas dos justos afogam a alma

Porque o Coração não suporta as injustiças

Sofre calado, no seio do peito


A justiça é um sonho imortal

Como a esperança que jorra em cada espaço do Universo


Quando se para pra pensar em todo sentido de tudo

Da existência, do sentido da vida

De tanto espaço vazio

Então, neste momento, você deixa de ser uma marionete

Passa a ser um pensador

Alguém que deseja encontrar

A razão do todo


Amor está dentro de cada um

Na vida de cada ser

A mais minúscula parte de nós

Têm a resposta pra tudo

Ela funciona, age, vive

em torno, em função, numa virtude permanente

Do comum


O dia que fizermos nossa parte

como nossa menor parte faz 

descobriremos o amor

O sentido de tudo

E o Universo

Todo o conhecimento

Será Nosso

E o reino será de felicidade

De puro Amor

Só temos que fazer a nossa pequena parte

Como àquela célula infinitamente minúscula

Que nos mantém cheios de Vida.
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fique a vontade pra comentar...