quinta-feira, 5 de janeiro de 2012

"Talvez precisemos de alguma ameaça externa, universal, para nos fazer reconhecer esta ligação que temos em comum..." Ronald Reagan

Nota do blogueiro: Precisamos compreender a grandeza do Universo. Da mesma forma precisamos descobrir o óbvio. Somos todos iguais, somos humanos, irmãos e residimos no Planeta Terra, no Sistema Solar localizado na Via Láctea. Será que a vida na Terra precisa ser ameaçada para que possamos nos encontrar enos defender como todos filhos de Deus e irmãos uns dos outros?

Declarações de Reagan, em 1985, são reveladoras em admitir existencia de outras raças no Universo. E que eventual ameaça externa ao nosso planeta nos faria descobrir que somos todos iguais, que não há fronteiras, somos todos da Terra, filhos de Deus.

"Não julgueis para não serdes julgados" do Portal Ufo, confira aqui...

Senhores humanos, nós temos um grande problema

As obsessões e antagonismos deste século

Categoria: JORNALISMO UFOLÓGICO | MONITORAÇÃO EXTRATERRESTRE | REFLEXÕES
crédito: centroufologicotaranto
ampliar
É saudável possuir uma dose de ceticismo, mas devemos estar cientes de que há algo que estas pessoas estão vendo lá fora
 

Nós julgamos o próximo quase que constantemente, baseados na raça, religião, cultura, orientação sexual e muitas outras coisas. Todas estas posturas críticas nos levam ao ódio. Como é que nós, humanos, que nos tornamos evoluídos, podemos odiar uns aos outros tão entusiasmadamente?

Sim, nós evoluímos tecnologicamente, mas como uma raça ainda estamos, pela maior parte, na idade das trevas. O que acontecerá quando tivermos o primeiro contato [Com ETs], se as pessoas não podem sequer se dar bem e tampouco trabalhar juntas? Não seria mais fácil para os alienígenas ou visitantes simplesmente tomarem o controle total da humanidade? Por que não podemos superar nossas próprias diferenças de cor, raça, orientação e crença? Nossa espécie sobreviverá?

Como Ronald Reagan disse, "Quando você para e reflete que somos todos filhos de Deus, seja lá onde for que você viva no mundo, não posso deixar de pensar … … se repentinamente houvesse uma ameaça a este mundo de alguma outra espécie de outro planeta lá fora em nosso universo. Nós esqueceríamos todas as diferenças locais que temos entre nossos países e descobriríamos de uma vez por todas que somos todos seres humanos aqui nesta Terra, juntos." (04 de dezembro de 1985, em palestra para os alunos e docentes da Falston High School)

E novamente:

"Em nossa obsessão com os antagonismos do momento, muitas vezes esquecemos o quanto há que une todos os membros da humanidade.Talvez precisemos de alguma ameaça externa, universal, para nos fazer reconhecer esta ligação que temos em comum. Eu ocasionalmente penso o quão rapidamente nossas diferenças mundiais desapareceriam se estivéssemos enfrentando uma ameaça alienígena de fora de nosso mundo." (21 de setembro de 1987, em discurso para a Assembleia Geral das Nações Unidas)

Reagan estava certo. 
crédito: georgiainfo galileo
Carter e Reagan
 Não só o aspecto crítico de nossa civilização é destrutivo, mas a ganância também. As pessoas estão todas lutando por mais e mais, elas priorizam as coisas materiais e esquecem o resto. Por que isso? Por que não percebem que poderíamos todos viver juntos para o melhoramento de toda a humanidade e não somente de alguns poucos indivíduos?

Nossos visitantes alienígenas devem nos considerar uma espécie incompetente e por isso que o primeiro contato ainda não ocorreu. Sim, as pessoas vêem os UFOs e eles são relatados pelo mundo todo diariamente, mas por outro lado você encontra aqueles que o julgam por aquilo que você viu.

É saudável possuir uma dose de ceticismo, mas devemos estar cientes de que há algo que estas pessoas estão vendo lá fora. Julgar ou rotulá-las como sendo loucas devido aos seus avistamentos ou experiências é simplesmente errado.

Acordem! Coloquem de lado nossas diferenças e aprendam a se dar bem e então, somente então, iremos ascender ao próximo nível de evolução. Eu vos imploro, coloquem de lado os pequenos desgostos e suas armas de volta em suas cartucheiras, somente as sacando quando necessário, mas não contra sua própria espécie.  Afinal, todos nós sangramos vermelho e no final do dia somos todos parte da mesma humanidade.

Todos nós precisamos fazer estas coisas, ou nossa espécie se autodestruirá e isso seria vergonhoso, porque há muito de bom em nós, humanos. Lembrem-se: "Não julgueis para não serdes julgados"

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fique a vontade pra comentar...