quinta-feira, 5 de janeiro de 2012

JORNAL NACIONAL ERRA ATÉ CÁLCULO DO IR (É GLOBO, TOH FORA!)

Do excelente Blog Os Amigos do Presidente Lula, confira...

Jornal Nacional erra até cálculo do IR

Mais uma "videocassetada" no Jornal Nacional (JN) da TV Globo, na terça-feira (3).
http://g1.globo.com/videos/jornal-nacional/t/edicoes/v/imposto-de-renda-de-2012-tera-mudancas-no-desconto/1754183/


O JN contratou um "perito" (deve ser da equipe do Molina, da bolinha de papel), que errou feio no cálculo do Imposto de Renda.

O telejornal fez uma matéria com a missão de jogar a classe média contra Dilma, e usar esse público alvo como bucha de canhão visando fazer lobby contra impostos dos ricaços.

Fez um artifício mais para confundir do que para informar.

O objetivo era induzir os incautos a pensarem que a correção de 4,5% na tabela do imposto de renda, que entrou em vigor neste ano, seria "ruim" para o trabalhador.

Ora, quem ganhava até R$ 1.566,61 era isento em 2011.
Agora quem ganha até R$ 1.637,11 ficou isento em 2012.
Isso é ruim?

Mas... o jornal quis forçar a barra, e quis "provar" que um aumento de R$ 150,00,  passando a pagar R$ 7,19 a mais de imposto, portanto sobrando um aumento líquido de R$ 142,81 por mês, seria ruim para o trabalhador.

Para buscar um argumento para falar mal, simulou um caso onde o trabalhador que tiver aumento igual ao da inflação (estimada em 6,5%), pagaria menos imposto, caso a correção da tabela fosse também 6,5% (o que é verdade, mas a diferença é bem pequena para esse drama todo).

O pior foi que o JN errou feio nas contas, na ânsia de atacar o governo.

Disse que essa diferença no IR seria POR ANO R$ 58,00.

O valor correto é R$ 43,00 POR ANO (R$ 3,58 por mês de IR a menos).

É claro que seria melhor para o contribuinte se a correção fosse sempre pelo maior índice, mas não justifica esse drama  todo feito pelo JN por causa de uma diferença que seria de R$ 3,58 de IR para alguém que ganha R$ 2.470,00 (líquido, depois do desconto para a previdência).

Melhor faria o JN se mostrasse que os irmãos Marinho (donos da TV Globo), pagam só 27,5% de Imposto de Renda no Brasil, e pagariam 39,6% se morassem nos EUA.

Isso sim vale uma matéria de mais de 2 minutos, pois se os ricaços pagassem uma alíquota maior, a classe média poderia pagar uma menor.

A Receita Federal adverte: JN informa alíquota manipulada

Clique na imagem para ampliar
http://www.receita.fazenda.gov.br/Aplicacoes/ATRJO/Simulador/simulador.asp?tipoSimulador=M
Outra desinformação do JN (e recorrente na imprensa manipuladora e lobista) é dizer que a alíquota é 15%. Não é porque existe a parcela a deduzir.

15% sobre o salário base R$ 2.470,00 daria R$ 370,50 de imposto por mês.

No entanto, pela tabela da Receita Federal, o valor do imposto é R$ 63,70 o que corresponde a 2,58% do salário base.

Isso ocorre porque o salário é "fatiado" em cada faixa.

Assim, no exemplo do salário base de R$ 2.470,00:
- Só a fatia de R$ 16,50 paga 15%
- Só a fatia de R$ 816,39 paga 7,5%
- A fatia de R$ 1.637,11 não paga nada de imposto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fique a vontade pra comentar...