quinta-feira, 2 de agosto de 2007

Um dia daqueles...

Sabe aquele dia que tudo é do jeito que não é? Pois...Pra finalizar..., meu olhar ficou parado, perdi as palavras, fiquei em silêncio, só concordei daquele jeito de frustrado que num é dificil de se imaginar. O celular se desligou quase que sózinho, dei aquela famosa disfarçada...tiau pra todo mundo, até amanhan...papo assim de final de feira. Segui triste e sem rumo, tinha acabado de ganhar de presente (novamente!) aquela noite sem o ter bem o que fazer. Parei na saída do prédio, olhei pros lados, nada vi de importância: fiquei cego também diante de tudo que acontecia aqui dentro. Cheguei ao fusca e logo veio aquele sentimento de ver tudo pelo lado positivo: "desta vez tem gasolina", (ontem tinha acabado o combustivel ao ligar, nem saí da vaga do estacionamento do IEL, se não fosse minha miga Marluce...). Ver a vida assim sempre ajuda. O fusca me levava pra fora da Unicamp, o iel nem na lembrança. Cheguei ali no Tille Center, entrei a esquerda e parei no Posto de Gasolina: "antes da cerveja vou calibrar os pneus". Estacionou atrás de mim um Gol prata, destes tipo GIII, talvez um pouco mais novo. Uma garota de cabelos castanhos claros olhava fixamente pra mim (imagino). Nem dei bola! Estacionei o fusca ali em frente ao Macdonalds...olhei a 100% vídeo, queria ver uma coisa lá. Mas não vi! Desisti antes de chegar à porta de vidro. Voltei e segui firme, (nem tanto), em direção ao Pão de Açucar... Em frente a floricultura, o velho pensamento: "nossa"..., ".......". (Guardo só pra mim). No Pão, mais flores, mais pensamentos...no meio das frutas a laranja morcote toda amarelinha, acareciei: quase deu pra sentir o sabor na minha língua, engoli seco. " Se algum dia alguém quiser me agradar, (mesmo!), é só me dar uma laranja, se for Morcote melhor ainda. Amo laranja". Cabis baixo no balcão de comidas...Aline percebeu (a balconista do pão...), "pode ir pegar a cerveja Miguel eu passo aqui pra vc", completou logo em seguida, "de 300ml senão o chefe enche o saco, aqui não é boteco". Pedi pra ela pesar 02 conchas de arroz a grega e colocar um pedaço de lazanha. Enquanto pesava, fui as bebidas e peguei uma garrafa de cerveja de 470ml. Aline riu..."tudo bem" passou no cx... Tomava a cerveja querendo que ela fosse uma fonte de adrenalina, cada gole me levava pra um lugar distante no passado. Nem quero citar o que me ocorreu naquele momento, parecia dias de juizo final. Help...! Logo fui pra algo mais gostoso: os dias que trabalhava das 14 às 23hs. Que delicia! Todo dia de manhan pegava minha magrela e andava por aí...Barão era sempre pequeno... Terminava quase que sempre ali sentado nas mesinhas..., lendo o jornal FSP, Correio e batendo papos com os guardas, balconistas ou algum cliente do Pão que acabava conhecendo. Foram muitas amizades e bons papos que fiz. Hoje o tempo tá meio escasso, principalmente de manhan, e a magrela tá lá encostada na parede do quarto..."preciso voltar a fazer isso, eh bom demais"... Andei pelo Mercado..., peguei 08 Morcotes e fui ao local dos vinhos. Aquela morena que dia destes falou aquilo que nem quero mais repetir, (afinal naum sou papagaio), abria um litro de vinho tinto Chileno de marca "Reservado". Ela: "Oi"..."Tudo bem?" "Aposto que voltou com a namorada!" Pedi pra experimentar o vinho e cabei tomando 03 tacinhas. Delicioso! Mas..., juntando: Uma cerveja de 470ml mais 03 tacinhas de vinho (como sou fraco pra bebida!)...fiquei tonto e como tonto não resisti e levei uma garrafa do tal vinho pra casa. Táqui em casa...E pra acabar de vez com este dia daqueles, quando ligo a TV, no telecine, o melhor filme é o "Oitavo Passageiro"..., tive que assistir..., afinal..., chupar laranja Morcote pra mim é como comer pipoca sentado no sofá: sem ter o que fazer...Num dá né?....Ô dia..., Ô noite...amanhan será melhor, e como será, espero que o coração reconquiste o espaço que lhe é de direito...É isso mané...amanhan é amanhan e hoje é hoje, entaum: hoje naum é amanhan...né?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fique a vontade pra comentar...