quinta-feira, 12 de julho de 2007

Nova estrela no céu...

O dia veio numa velocidade extrema após uma noite longa e vagarosa. Quando dei por mim, brigava na tentativa de evitar a chegada das horas que me empurravam da cama macia e quente dos cobertores. O sol já invadira minha tranquilidade, a insônia da noite garante o cansaço das horas que virão. Nem os tormentos das rotinas, nem as impurezas dos amargos são maiores do que o que se sucede em meio peito. Nada se torna mais urgente do que a urgência libertária de meu coração. Grito: Liberdade! livre! Livre! Livre pra voar sobre os Ipês do outono que tarda a se acabar...Antes do pôr do sol... tudo se acaba como numa sequência que se reje num ato musical, que ainda belo, tem seu fim premeditado de forma inevitável e natural. O brilho do sol se foi...,com sua partida, é chegada a nova noite. Na ausência da luz se surje como imagem de ontem, embora hoje, uma Nova Estrela no Céu...Olhos que me refletem em silêncio inundado de lágrimas de esperança e nova vida...é a beleza do recomeço...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fique a vontade pra comentar...