domingo, 8 de julho de 2007

Em homenagem a boa escolha de texto da Silvia, minha amiga...

Depois de algum tempo você percebe a diferença, a sutil diferença entre dar a mão e acorrentar uma alma.E você aprende que amar não significa apoiar-se, e que companhia nem sempre significa segurança.E começa a aprender que beijos não são contratos e presentes não são promessas.Começa a aceitar suas derrotas com a cabeça erguida e olhos adiante, com a graça de um adulto e não com a tristeza de uma criança.E aprende que não importa o quanto você se importe, algumas pessoas simplesmente não se importam...Aprende que as circunstâncias e os ambientes têm influência sobre nós, mas nós somos responsáveis por nós mesmos.Aprende que, ou você controla seus atos, ou eles o controlarão, e que ser flexível não significa ser fraco ou não ter personalidade, pois não importa quão delicada e frágil seja uma situação, sempre existem dois lados.Aprende que quando está com raiva tem o direito de estar com raiva, mas isso não te dá o direito de ser cruel.Descobre que só porque alguém não te ama do jeito que você quer que ame, não significa que esse alguém não o ama com tudo o que pode, pois existem pessoas que nos amam, mas simplesmente não sabem como demonstrar ou viver isso.Aprende que nem sempre é suficiente ser perdoado por alguém, algumas vezes você tem que aprender a perdoar a si mesmo.Aprende que não importa em quantos pedaços seu coração foi partido, o mundo não pára para que você o conserte.Portanto, plante seu jardim e decore sua alma, ao invés de esperar que alguém lhe traga flores.
*William Shakespeare*

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fique a vontade pra comentar...